Utilizando milagres e outros episódios Jesus vai a partir daí desenvolver as suas temáticas e ministrar o ensino. No fundo aproveita as oportunidades circunstanciais para introduzir as temáticas que pretende que seus ouvintes aprendam.

Jesus ensina o respeito pelas autoridades instituídas

Cura dos leprosos – Quando Jesus curou leprosos fez questão que eles se mostrassem aos sacerdotes. O sacerdote, segundo a lei judaica, era o único que tinha autoridade de decretar um homem leproso ou curado dessa mesma enfermidade, mediante um processo a que o paciente seria submetido. Quando Jesus curou os leprosos Ele poderia dizer: estás limpo faz a tua vida normal, mas sempre exigiu que fossem e se mostrassem aos sacerdotes (Mt. 8:4; Mc 1:44; Lc. 5:14; 17:14) cumprindo assim a lei instituída.

 

Jesus ensina a crerem Nele

Jesus acalma a tempestade (Mt. 8:23-27; Mc. 4:35-41; Lc. 8:22-25) – Segundo Josefo, relatou que nesta altura existiriam cerca de 300 pequenas embarcações de pesca. Sendo alguns dos discípulos de Jesus pescadores é provável que tenha sido utilizado um destes barcos. O mar da Galileia, segundo Tognini, tem cerca de 45 a 50m nas zonas mais profundas, sendo considerado o lago mais piscoso do mundo. As tempestades neste lago são um fenómeno que pode ser explicado: “Do norte sopram ventos frios que deslocam o ar quente do lago, provocando as inesperadas tempestades. Quando ocorrem as turbulências (Mc. 4:35-41), as águas se agitam, o mar se enfurece e as ondas tornam-se bravias. Nas borrascas as ondas muitas vezes sobem a 4 ou 5m.” Assim a deslocação não foi uma loucura ou uma aventura, antes os marinheiros habituados àquelas águas foram surpreendidos pela tempestade. O ensino de Jesus vai no sentido de os ensinar a confiar nele em todas as circunstâncias. Apesar de já terem assistido a diversos milagres, ante uma situação nova necessitavam de aprender a confiar em Jesus.